31 dezembro 2014

2014 "O Furacão"



Longe de adjetivos como fantástico, maravilhoso, calmo, feliz...2014 foi dos anos mais duros que tenho memória. Garimpeiro do meu interior, foi quase um mestre de jiu jitsu...deu-me estalos, muitos estalos...não querendo exagerar, deu-me uma tareia valente! Varreu ilusões, desmascarou bem intencionados, limpou gavetas, tirou o pó aos velhos sonhos, tirou-me saúde e devolveu-ma depois da tempestade, fez-me entender o verdadeiro significado da palavra integridade, levou pessoas, trouxe outras, levou certezas, trouxe outras. 
Assisti de camarote à inconsistência do Ser Humano, à falta que faz parar, escutar, refletir, questionar e transformar, sob o risco de andarmos toda uma vida "cegos" e de dedo apontado para fora. Aquele velho ditado que diz "A pressa é inimiga da perfeição"... atafulhar a nossa vida de tarefas não significa ter uma vida preenchida! Aprendi a acolher e gostar do "silêncio".
Aprendi que a palavra expectativa é apenas um espelho do vazio. 
Aprendi a importância da palavra Liberdade.
Aprendi que dar tempo não é para todos e passei a dar-lhe mais valor. Aprendi que "perder-me" a perder tempo tem um preço e que o tempo passa depressa!
Deixei-me de protocolos, de corridas, de "jeitinhos".
Aprendi a Confiar na Vida. Acredito mais, a cada passo, que há uma lei invisível das coisas.
Agradeço a todos os "mestres" deste ano.
Agradeço poder DANÇAR todas as dores, todas as questões, todas as alegrias... 
Obrigada companheiro FLAMENCO.
 Apesar de tudo, foi um dos melhores anos! 
Sei-me melhor. Obrigada 2014!




A 2015 nada peço!
Rendo-me ♡
Que venham até mim os desafios necessários 
e que eu os saiba reconhecer e acolher



A todos, Obrigada por estarem desse lado e por ser deixarem tocar pelo meu trabalho.

Sou Grata =)

Desejo-vos um ótimo 2015!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Flamenco