29 agosto 2014

Quando Nasceste


Quando Nasceste nasceu nos últimos dias do ano de 2013. Num Alentejo calmo que acolhia um inverno frio, por dentro e por fora… Havia chuva, cheiro a terra, trilhos, fumo de lareira e sons de cavalos. Como de costume, ouvi a música sofregamente, muitas, muitas vezes. Emocionei-me… E assim decidi que um dia dela faria uma coreografia, uma coreografia que representasse a melancolia de um nascimento, porque nascer, seja em que etapa for, significa sempre deixar algo para trás e permitir-se descobrir novas peles, novos eus, novas experiências, com desapego, frescura, dúvidas e inquietações.

“Quando Nasceste” é o primeiro vídeo-coreografia da minha incapacidade de continuar a fugir ao FADO! Um enorme desafio, em que me propus trabalhar a simplicidade, porque é assim que nascemos, simples, genuínos, sem egos, nem adornos. 

Sendo a voz/cante o elemento mais forte do meu trabalho coreográfico, propus-me este tema instrumental, como forma de redescobrir o meu auto processo de criar, que se revelou nada mais do que livre e espontâneo. Na verdade, a premissa era apenas a emoção, quer na escolha do tema ou da linha de movimento…penso que seja ela (a emoção) que nos une, a mim, ao Flamenco e ao Fado.

Ricardo Ribeiro é assim o primeiro fadista que escolho para representar esta minha necessidade de emprestar o meu baile flamenco ao Fado. Admiradora da sua enorme voz e da sensibilidade do seu fado presto-lhe, com o meu baile, a minha humilde homenagem.
Obrigada por me fazer viver por dentro."







Sem comentários:

Enviar um comentário

Flamenco