10 julho 2017

Materializar



Parte do processo de desconstruir é materializar.

Silenciar, render-se, deixar morrer o velho, dar espaço ao novo, deixar-se fluir...sim, mil vezes sim. No entanto, tudo isso precisa de ganhar forma, é nesse processo que nos experimentamos, que nos alinhamos com uma versão mais refinada do nosso Ser, é nesse processo que expandimos as nossas verdadeiras raízes.

Atenção! O nosso ego vai querer defender-nos e ao mínimo sinal de ausência de feedback às nossas novas propostas, ele vai gritar-nos “Vês! Não é por aqui o caminho, estás perdida, baralhada, volta atrás.” Sugiro que lhe dêem amor, que lhe agradeçam querer proteger-vos! Mas saibam, ele teme o desconhecido e vai sempre panicar quando decidirmos virar o leme para novas estradas, então aqui entra a nossa mestra mor - a intuição - e é num alquímico constante equilíbrio entre o sentir vs. estar alerta que os "clicks" vão surgir! 
Lindo, lindo...

Fruto desse processo em mim, nasceu o Sencillo ♡



27 abril 2017

Novo espetáculo a chegar ♡





Quando pensamos em flamenco inevitavelmente somos transportados para um mundo onde imperam os sentidos, o espontâneo, as emoções e as diferentes formas que esta Arte se propõe a expressá-las.
Há um diálogo constante entre cante, toque e baile, impulsionando uma necessidade de ouvir, de respirar, de estar conectado, para que a comunicação se possa sentir fluida e em harmonia... Quase como que uma metáfora para com o pulsar natural da Vida!
“Sencillo” despe-se assim de pretensões e referencia-se num flamenco simples, sensível, sentido, que encontra nos sentimentos comuns a todos os seres humanos, a matéria-prima para contar esta história!


Melhor acompanhada não podia estar ♡
Cante - Rosi Navarro "La Divi"
Guitarra - Jesus Rodriguez
Baile - Marta Chasqueira e Marta Manzano
Palmas - Patrícia Lozano

Uma co-produção com o Auditório Municipal Augusto Cabrita
 

12 abril 2017

O nosso propósito



O que fazes com o teu desconforto? Gostava de te convidar a refletirmos sobre isso. 

Essa tem sido uma presença importante na minha vida e nem sempre lhe dei o devido valor. Permitir-nos sentir o que não é para nós, custa-nos muitas vezes o desencanto de uma expectativa que passamos uma vida inteira a perseguir. Permitir-nos sentir o que não é para nós é um grande exercício de humildade, de “quebramos” perante algo superior a nós e percebermos que nós não controlamos nada e quanto mais resistimos e insistimos em permanecer nessa energia, mais o nosso campo de visão se fecha e mais nos vamos afastando dele, O Nosso Propósito. Que hoje pode ser um e “amanhã” mudar, pois o grande coração da Vida ensina-nos esta básica e universal lição, tudo está em constante Mudança. A nossa participação neste Todo é “apenas” permitir-nos Ser o que a vida nos vai propondo a cada instante, confiando que tudo o que vem até nós nos traz uma necessária e valiosa aprendizagem e que vem contribuir para a nossa evolução. Para isso precisamos fazer o nosso trabalho de casa e conectar-nos. Esse é o nosso verdadeiro trabalho, o resto... acontece!

Termos a consciência que todos temos uma missão única e valiosa tira-nos daquela zona de conforto de vivermos os dias cheios de tarefas no exterior. Estamos em fuga, desagregados, em sofrimento. Não nos permitimos sentir. O universo não precisa de mais cargos... precisa que todos comecemos a dar passos atrás! A despir-nos das capas de cebola que fomos construindo ao nosso redor, como uma couraça que nos impede de SER. Precisa que voltemos a conectar-nos com a Mãe Natureza, a respeitá-la e a cuidar dela. Precisa que reencontremos a nossa sabedoria para com a comida que escolhemos para nutrir o nosso templo. Precisa que cada um de nós reaprenda o valor de parar, de estar consigo próprio, de formar uma tribo, onde o apoio e a escuta ativa são os pilares. Precisa que pouco a pouco vamos testando novas formas de troca entre os serviços, honrando o dinheiro, mas recolocando-o no seu devido lugar. 

Somos seres criativos, intuitivos, livres.

Abraço com carinho ♡



26 março 2017

Workshop pré-Páscoa =)


 
Espero-vos